Por: Editor Aconteceu | 2 semanas atrás

Duas mortes foram registradas no trânsito de Tubarão na tarde desta quarta-feira (11). Mãe e filho foram atropelados por um Hyundai HB-20, de cor branca, na rua Dalmari Luciano Luiz, conhecida como rua Floresta. O veículo havia sido furtado por volta das 14h desta quarta na rua Pedro Gomes de Carvalho, no bairro Oficinas. O responsável pelas mortes é um jovem motorista que, segundo a Polícia Militar, é bastante conhecido do meio policial e, conforme moradores que testemunharam o fato, ele teria agido intencionalmente. Ainda segundo informações extraoficiais, o homem teria algum envolvimento amoroso com a mulher, que acabou morrendo na hora.

Gisele Valgas Ferreira, de 40 anos, de Tubarão, não resistiu aos múltiplos ferimentos. Ela estava com o filho no colo no momento da batida. Gisele voou por cima de um muro e o corpo foi parar no terreno de uma casa. A criança, com pouco menos de 2 anos, chegou a ser levada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), no Centro, mas também faleceu. O Instituto Médico-Legal (IML) de Tubarão recolheu os corpos.

O delegado titular da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da cidade, André Crisostomo, está à frente do caso e relata que ainda não foi confirmado se o atropelamento foi ou não proposital. Portanto, um inquérito será instaurado e pode declinar para um acidente de trânsito seguido de um duplo homicídio culposo (sem intenção de matar) ou até mesmo um acidente de trânsito seguido de um duplo homicídio doloso (com intenção). As diligências da equipe da DIC já iniciaram e o motorista é procurado, já que fugiu do local.

Com informações do site Notisul.